Linkedin, sim senhor!

Qual a importância do Linkedin para o seu perfil?

Uma das redes sociais com o melhor crescimento orgânico nos últimos anos, é o Linkedin.

Só que é surpreendente como que muitas pessoas cometem erros em seus perfis na rede social.

E esses erros podem custar não somente um emprego, mas dinheiro e principalmente a sua reputação digital.

Vamos listar aqui alguns erros para que você faça os ajustes:

 

1 – Foto de perfil

Nunca coloque uma foto casual no seu perfil profissional. O nome já diz, PROFISSIONAL. Acessórios como óculos escuros e roupas inapropriadas, tais como: camisetas e decotes, não trabalham em nada a seu favor. Pense bem antes de postar a sua foto! Brincos coloridos e makes carregadas também não são bem aceitas pelos recrutadores, a não ser que você seja um (a) influenciado (a) digital e já tenha a sua reputação construída e sólida.

 

2 – Não esqueça do título

Títulos são algoritmos para os buscadores, então se você quer ser achado, insira as palavras que tenham sinergia com o seu perfil. Evite sempre nomenclaturas sem especificações, como empreendedor, assistente, auxiliar e profissional. Qual é o cargo que almeja? Coordenador de Marketing, Assistente Administrativo, Caixa, Tesoureiro, Gerente Financeiro, Analista de Suporte, Gerente Comercial, Enfermeiro ….

Defina o seu e não deixe nenhum espaço em branco. Se está disponível para novos desafios, insira com todas as letras.

 

3 – Descrevendo as suas funções

Foque sempre nas tarefas que você realizou. Lembre-se que estamos na era das realizações e nem sempre um diploma vale mais do que um resultado efetivo e concreto.

O que mais interessa ao recrutador é o que você acrescentou de resultado na empresa. Não divulgue, nunca, informações confidenciais da empresa que trabalhou e nem escreva muito sobre as suas qualidades, deixe esses detalhes para a entrevista presencial.

 

4 – Seus Líderes

Pise em ovos quando for escrever sobre suas antigas lideranças. Os desafetos e mal-entendidos devem ficar guardados e nunca e em nenhuma hipótese escreva sobre seus problemas. Lembre-se que por mais que esteja certo, quem está associado ao perfil é você.

 

5 – Conteúdo

Não confunda as redes sociais.

Ninguém vai querer ver o seu pet de estimação no feed do Linkedin, posso te garantir, por mais fofo que ele seja.

Namorado, esposa, mãe, filhos e familiares … deixem eles no Facebook e Instagram, que é bem apropriado para tais postagens.

Correntes, nem pensar, ou você pode acabar perdendo conexões importantes por causa da sua falta de assunto.

Procure estar atualizado com conteúdo da sua área ou até mesmo áreas correlatas, afinal na era da enxurrada de informações que vivemos, não é possível que você não tenha nada de interessante para compartilhar.

Ah! E se compartilhar o texto, não esqueça de dar o crédito.

Publicado por: Cris Cadime